domingo, 4 de fevereiro de 2007



ÁFRICA

Neguinha, neguinha,
vamos fundir a tua cor à minha?

E nós renasceremos arco-íris!


Kátia Drummond.
Em primavera portuguesa. Sintra, 2005.




Imagem: Bloomimage/Corbis.

Um comentário:

Kanauã Kaluanã disse...

E a Áfria foi... e doou os gens da força, da beleza... emprestou o seu nanquim para dar nova cor a novas gentes, dar sabor a novos gostos, dar sons a novos ritmos, miscigenar culturas tantas.

Benditos os povos que lhe trazem nas veias!

Lindo, Kátia...

Um abraço.

Katyuscia.