quarta-feira, 5 de agosto de 2009


DESPEDIDA

(Ao amigo Carlos Karr. Em memória.)

Não há adeus em nossa despedida.
Nem piedade. Nem desolação.
Pois os amigos nunca se separam.
Apenas, vão….

E deixam no seu rastro a alegria.
Sem saudade. Sem consumação.
Pois os amigos nunca se acabam.
Apenas, são.


Kátia Drummond
The Travelling Poet


Imagem: Patrick Norman

5 comentários:

Fred Matos disse...

Belíssimo poema, Kátia.
Beijos

Ivo Korytowski disse...

Bonito!

BLOG OFICIAL DO DEPUTADO FRANK AGUIAR disse...

Emocionante Katia
Um beijo no coracao.
stela

Graça Vieira disse...

Kátia,
enfim pegando uma carona para acompanhar um pouco as suas viagens poéticas. Imagino que Soninha tenha te dado meu endereço, pois recebi uma chamada para o seu blog. É um prazer entrar nessa viagem.
O poema me soa de uma inteireza cheia de delicados acordes.
Quando tiver tempo dê uma olhada no meu blog. Ele tem uma proposta mais informativa, porém tem sua dose de poesia implícita.
Beijo
Gal

O SAGRADO E O PROFANO disse...

Belíssimo, parabéns!